20 de out de 2010

Aproximação


16 comentários:

Dai disse...

É bom esse tipo de saudade, né? É uma saudade que te empurra, que faz você andar. Que faz a memória ficar bem fresquinha te lembrando como aquilo é bom e que você pode ter de novo.

É o tipo de saudade que te faz pegar as malas e ir.

beijo

Andréa Mota disse...

bonito.

Albuq disse...

TAMBÉM, GOSTARIA DE ENCURTÁ-LA!

Lívia Moreira disse...

pois q venha esse ano novo! =)

ps.: era pra ser laranja/vermelha, em?! tsc tsc tsc

Luna Sanchez disse...

Bem-vindo ao clube!

=**

ℓυηα

Sentimental ♥ disse...

putz, nem me fale... tudo podia ser bem ali né?

Taty santos disse...

Nossa que fofura de texto. Quero uma trena dessa ai para encurtar as saudades que eu tenho e sinto.


bjo

Kelly Soares disse...

Disse tudo, Lucão!!!
Bjs

Liza Leal disse...

Por isso é q volto aqui!
=)

bj, lindo!

MOISÉS POETA disse...

casamento perfeito entre imagem e texto.

tudo ficou sob¨MEDIDA ¨.

abraços , meu velho !

contagotas disse...

Pois é!

Ju Fuzetto disse...

É a distância que mede a intensidade do tempo.

bjo

Raquel de Carvalho disse...

Ahhh...que lindo esse, Lucão!
Adorei! (nada de novidade, né)
eheheeh
Beijos

Renata de Aragão Lopes disse...

ê, saudade...

Maria Fernanda Probst disse...

E quando não dá pra encurtar, comofas?

Maria Eliza Marques disse...

se não é a distância, mas a vontade de encurtá-la...então a solução seria não pensar em encurtá-la? =)
Sarcasmos à parte, adoro aqui, e o que escreves.

Beijinhos