14 de abr de 2015

preferência

Sou do tipo
que prefere
morrer de amor
do que viver de tédio.
que não troca
uma morte digna
por uma vida à base
de remédio.