4 de set de 2010

Rascunhos


12 comentários:

Raquel Diniz disse...

Your lier!!! rsrsrs. Muito bom!
bjs

Priscila Rôde disse...

Perfeito, Lucas!

Patty disse...

Criatividade a flor da pele, amei!!!

Bjks

Ana B. disse...

esse vou salvar aqui, hein!

mto bom...
as vezes a gt mente até sem querer... essa coisa de sentir é complicada de falar e de escrever, uehehehe

smacks

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Good one! Like ever... :D

Sentimental ♥ disse...

duvido...

Renata de Aragão Lopes disse...

[omito]

Sempre bom vir aqui!

Beijo,
Doce de Lira

Alline disse...

Lucão, tu me deixas sem palavras.



Mas vou te dizer - se não minto, faço como a Renata, omito. Isto quando não acabo falando demais.
Complexo. rsrs

Beeeeeeijo!

Lucas Gondim disse...

Melhor assim... pelo menos é o que eu acho. Muitas vezes a ficção é bem mais interessante e entretem mais que a simples e pura realidade.

Luna Sanchez disse...

Existem coisas que não confessamos nem a nós mesmos...é natural.

Beijo, Luquinhas!

ℓυηα

Rita disse...

A escrita e a mentira estão intimamente ligadas!

oescafandrista disse...

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que leem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.