19 de jan de 2015

Gosto

Como eu gosto dos silêncios.
Principalmente dos covardes, que se
escondem nos sorrisos mais bonitos.
E dos sorrisos, eu ainda gosto mais.
Esses não conseguem
se esconder de nada.


Nenhum comentário: