6 de ago de 2015

exageros

Exageros
à parte, 
por você
eu morreria
de amor
na terra
e viveria
de amor
em marte.