7 de mai de 2010

Memórias De Um Escritor


10 comentários:

Raquel de Carvalho disse...

É a mais pura verdade!!!
ehehehe

Vc, grande escritor, sempre arrasando nas suas invenções com o amor!!!

bjossss

Ana B. disse...

amor é filme
por isso sinto cheiro de pipoca qdo entro no seu blog
uahahahaha

x)

Maria Antonieta disse...

O nosso amor a gente INVENTA
Pra se distrair
E quando acaba, a gente pensa
Que ele nunca existiu...

hauhauahuahuaha!
como sempre mandando muito bem...
bjunda!

Sentimental ♥ disse...

e tem coisa melhor do q falar de amor? acho q só amar...
bjs

Luna Sanchez disse...

Mas é um bom assunto, viu, Luquinhas?

^^

Sim, hoje estou para diminutivos.

Beijo pra ti. Bom fds.

ℓυηα

disse...

E o que seria dos escritores se não fosse o amor não é?? rs
Então, vou tentar participar rs dá até medo rs mas como eu ouvi num filme outro dia "não é coragem se você não está com medo" .
Bjooo moço do Chico rs

Estefani disse...

Falar de amor nunca é demais querido...rs

Beijo

Priscilla disse...

Que lugar bacana.
Gostei desses posts criativos. :)

Rubo Medina disse...

Essa invenção não foi dele. Quem inventou o amor? Jogou a fórmula fora. É tão belo que nao se tem receita.
Abraços, Lucas.

Pensamentos Diretos disse...

Fera esse verso lucas, e as montagens só melhorando!
abraçao