8 de mai de 2010

Notas Sobre a Minha Condição


12 comentários:

Raquel de Carvalho disse...

Nem pouco, nem demais... na medida certaaaa, ao pontoooo!!!!

Mas seus versinhos sim... excessivamente adoráveis!!!!

Muito bom, Lucão!
Beijão!!!

disse...

Ahh mas o mais legal da vida é achar justamente o meio termo rs to eternamente buscando o meu rs aliás dá até pra tentar transformar seu poema numa versão feminina quem sabe? kkk
Adorei!! (Como sempre!)

Lara Amaral disse...

Bacana, Lucão!

Beijinho doce em ti.

Rubo Medina disse...

É humano. É coerente. É o equilíbrio. E é como sempre, uma agradabilíssima leitura, Lucas.
Abração, bom fds.

Obs.: to te esperando com o MEU TESOURO (poesia) lá no Canto do Escritor.

Michele P. disse...

Sinto inveja dos seus escritos, sempre belos, sempre perfeitos.

PS: A(provei)a mudança de foto. rs

Beijocas

J. disse...

Tão igual a todo mundo. E tão diferente...

Beijo, Lucão.

Sentimental ♥ disse...

mediano pra uns altíssimo padrão pra outras... mas mediano está de bom tamanho.
bjs

Alfredo Carvalho disse...

Rapaz... muito bom.
=D

Gabriela Awbooc disse...

Lucão ao ponto, por favor! Hahaha!

Fouad Talal disse...

Estamos aí Lucão!
Você como sempre, não perde o tom! =)

Abraços meu camarada!

Bruna Célia disse...

vc não é mediano. Nem um pouco.

Lucão disse...

:)
coisa boa!
obrigado a todos, que com um jeitinho aqui, outro ali, sempre acertam nas palavras por aqui e me deixam bem por demais
:P