9 de ago de 2010

Marcas


15 comentários:

Pedro Márcio disse...

booooaaaa!!!!

Albuq disse...

Muito boa, adoro o jogo do tempo! bjs

Raquel Diniz disse...

é o tempo passa, o tempo voa!!

contagotas disse...

...a ferro? :))

Patty disse...

É a lei da gravidade, kkkk...
Adorei o texto!
Bj

Pérola Anjos disse...

Um presente bem passado é um futuro que não passa.

Muito bom!

Beijos!

Raquel de Carvalho disse...

Ahhhh...que bom é a gente lembrar de um presente do passado, né!!!!
Coisa linda!
Adorei!
Beijos

Alline disse...

aiii, tô sentindo o tempo... isso é bom ou é ruim?

beijobeijobeijo!

Sentimental ♥ disse...

sem marcas não se tem história... muito menos passado!

Renata de Aragão Lopes disse...

Que lindo!
A pele amarrotada
como papel de presente antigo...

Beijo,
Doce de Lira

Carla Reichert disse...

Vi seu blog pelo Orkut. Nunca vi coisa tão diferente,simples, inteligente e com arte. Achei muito bacana o design do seu blog.E esses versos simples, curtos,vc diz muita coisa. é assim e pronto.

Solange disse...

pele amarrotada..
gostei!!
bjs.Sol

Lucas Gondim disse...

belo. gostei bastante xará. tá ficando bom nisso heim?! hehehe :D curti!

Dai disse...

às vezes a gente mantém essa distância segura, uma posição de observação que nos permita ver onde estamos e para onde iremos com sorte (ou não, depende). É estranho antecipar destinos, futuros. Adivinhar com acerto onde estaremos daqui 20, 30 anos, tatear texturas que tentaremos esconder com botox (alguns), a estranha sensação de que esse presentar que cheira a passado nos será futuro.

beijo

Lucão disse...

Quanta visita bacana.
obrigado aos queridos de sempre e em especial para a escritora do Contagotas, Marialvone, e à Carla.
Fiquei bastante contente com vcs por aqui..

Dai, mais que leitora, colaboradora desse canto rs

beijos e abraços, meus queridos.