9 de dez de 2009

Lua












Tanta coisa na vida tem peso. 
Quase sempre o que pesa é a idade.
E quando a moral tá em baixa,
É difícil tentar levantá-la.
Pra subir nessa vida é um custo.
Tem gente que leva um rei na barriga.
E não existe, no mundo,
Uma lei mais severa
Que a da gravidade.
É por estas que estou de partida.
Vou seguir até o fim da rua,
E, de lá, vou subir inclinado pra lua.
É por lá que eu vou me ajeitar.
Onde o peso é um coadjuvante.
Onde ainda não há o correto e o errante.
É do lado de lá que eu quero ficar.

Um comentário:

Vera disse...

Peso morto a gente joga fora da bagagem, amigo Lucão...o resto é tudo bobagem. A gravidade pode até puxar prá baixo, mas a gente levanta e flutua. A vida é para quem sabe voar na imaginação e criar tanta coisa linda, feito o LUCÃO.

Abraço e boa quarta-feiraE lá, dia internacional do namoro. JÁ VOU NAMORAR.