9 de fev de 2010

Fuga

Fugiu 
Tão apressada
Do passado
Que esqueceu
O seu amor 
De lado.

2 comentários:

Fouad Talal disse...

E encontrou ele no futuro?
Ah! esqueci que o amanhã ainda não existe...

Abraço camarada!

Lucas Gondim disse...

xará, gostei muito da idéia, mas do texto em si nem tanto. acho que o texto podia aprensetar a pressa dela também na sua construção, tipo: no lugar dos versos que acabam pausando a leitura, acho que seria mais interessante se fosse mais corrido (tudo numa linha só). tipo aqueles textos que os caras não usam pontuação, pra demonstrar aflição, ou loucura. mesmo assim, não é um texto ruim tmbém não.