17 de fev de 2010

O Bandido, o Herói e a Mocinha

Todo mundo
Tem um medo
Pra esconder.
O medo do bandido
Ninguém vê
Porque fica escondido
No que passa na TV.
O herói destemido,
Quero ver o maltrapido
Não temer.

Todo mundo
Tem um medo
Bem guardado.
Até o herói,
Que finge não amar ninguém,
Tem seu medo embrulhado.
Vive todo preocupado
Em disfarçar amar alguém.
Esse é o medo
Que o herói tem.

Todo mundo
Tem um medo
Assumido.
A mocinha tem pavor
Quando encontra o bandido.
Do herói, ela tem medo
E até chora,
Sente dor,
Por que acha que o herói 
Não tem amor. 

4 comentários:

Susyanne Alves disse...

Lindo demais.
Todos de fato tem seus medos.
Bom mesmo é ter coragem para assumi-los e enfrentá-los.

Clarissa disse...

gostei

Rubo Medina disse...

Coincidências existem, Lucas. Que narrativa envolvente a sua. Vc é muito bom em contos também, sabia? Abraços.

Rubo Medina disse...

Muito bom, Lucas.