16 de mar de 2010

Fora de Forma












Venha, baleia!

Cante e encante.
Mesmo distante,
Te vejo brilhante 
Aqui da areia.
De longe, tão grande,
Enorme, gigante,
És sempre bela, balei...
Espere um instante!
Engano.
Não é baleia,
É sereia.


*Inspirado em "Engano Poético".

9 comentários:

iuLa disse...

Pronto! Ela nadou tanto pra te ver que perdeu uns kg e virou sereia. =D

Nó! disse...

esse é bem mais simpático

x)

Lucão disse...

:)
parece que nao fui bem entendido no outro, né? fui egoísta. Mas esse veio pra esclarecer uma outra questão hehe

:*

Lucas Gondim disse...

Bom xará. Gostei dos dois textos...

J. disse...

Eu também gostei dos dois...
Beijos.

Luna Sanchez disse...

Lembrei do Lulu :

♪ "Bela como a luz da lua
Estrela do oriente
Nesses mares do sul
Clareira azul no céu,
Na paisagem
Será magia, miragem, milagre
Será mistério?" ♫

=)

Beijocas!

ℓυηα

Lucão disse...

Lulu é sempre bom, Luninha.
pena que no meu poema ela está meio fora de forma, mas ainda sim é uma sereia cheia de mistérios, né? hehe
:)

beijos!

Luna Sanchez disse...

Fora de forma, nada, guri : está uma formosura, isso sim! =)

Beijinho.

ℓυηα

Mariah disse...

boa tentativa política a sua hein luquinha....
saiu-se bem...poeticamente!