11 de mar de 2010

No Calor do Frio


É do frio 

Que eu, tímido,
Acho bom. 

Tomo um banho quente,
Visto o moletom
E, reservadamente,
Me deito com amores 

Escondidos no edredom.

8 comentários:

Fouad Talal disse...

se revelando em Lucão... "amores escondidos no edredom" rsrs

Abraço seu moço!

Nó! disse...

poxa, então vc deve estar "passando apertado" nesse calor que tem aposentado os edredons

Nomundodalua disse...

hey lucas, vc tá qrendo tento esse amor que pode ser que não esteja olhando com atenção por aih..fica idealizando demais..Oo melhor que a dica no meu blog, eu confesso..haha!

ps: vi esse filme, que tah na sua tela aí..é bom! é interessante..

"amores escondidos no edredom", hmmmmm! isso parece bom :)

Maria disse...

Tanto verso lindo por aqui.

^^

Suzi disse...

Lembrei do Vander Lee..
"... Vem
Põe o moletom
Prova meu batom
Minha companhia
Dobra a calça jeans
Rega meu jardim
Colore meu dia"

Alline disse...

De verso em verso, plantaste um sorriso bem aqui.

Beijo, boas noites pra ti

Luna Sanchez disse...

Se tem coisa melhor do que namorar no frio, eu não conheço.

=)

Beijo, beijo.

ℓυηα

Lucão disse...

:)
Pena que aqui em Goiás não exista o frio hehe

Não, Nó! é o meu eu-lírico que está nessa vida mansa hehehehe
;)