1 de mar de 2010

Manjar dos Deuses



Vou pedir

Pra Iemanjá,
Um amor,
Pr'ela me arranjar.

Se amor,

Iemanjá não puder,
Vou pedir manjar
Pr'eu comer de colher.

7 comentários:

Fouad Talal disse...

Uhn...

Lembrei de uma piada:

Um mineiro encontra um gênio e este lhe concede 3 desejos. O mineiro diz logo: Uai, eu quero dois queijos e uma cabocla bem formosa. O gênio surpreso, pergunta se com tanta coisa no mundo, ele não queria pedir coisas melhores. O mineiro pensa bem e diz: Ó seu gênio, eu tava com vergonha, mas já que o senhor falou, deixa a mulé de lado e me dá 3 queijos logo de uma vez! =)

Boa Lucão!

Nó! disse...

manjarrr dá sempre menos trabalho
uahahaha

Luna Sanchez disse...

Manjar se come de colher, e eu acho que amor, também, né? Comportadinho, e tal.

Paixão é que é coisa para pegar, comer segurando com as duas mãos, ficar lambuzado, que nem criança, quando abre ovo de Páscoa. ^^

* Oxum também é boa nisso, sabia? Ficadica...ehehehe

Beijos, Lucão!

ℓυηα

Lucão disse...

hehehehe
essa do mineiro eu já conhecia mas é boa, Fouad. A gente não precisa menosprezar o amor, mas se não for pra ser num instante, a gente vai pro proximo prazer, como o de comer hehehe
valeu!

haiuhaiuhaiahu sem dúvida que dá menos trabalho, Nó! talvez não seja mais gostoso de comer, mas é bem mais fácil hehehe (pedreiro).

Poxa Luna, deu até vontade de largar o manjar e comer essa paixão, sem querer parecer 'taradice' rs
mas tens razão. Porém, enquanto não tem amor, a gente vai comendo manjar :)
Beijos, Luna!

Day disse...

Meu querido Lucas, adorei tudo por aqui. Tudo. O visual do blog, esse poema de Iemanjá então? super digno. Além de bem humorado, muito apaixonante. E logo respondendo, algumas coisas naquele post, são sim, autobiográficas. E este poema seu, é? está mesmo pedindo um amor? rsrs. Beijão.

Nomundodalua disse...

hahaha, muito bom!
o que não vale eh sair de mãos abanando..:) e no fim das contas, um manjar sempre resolve ;)

Sentimental ♥ disse...

adoro manjar...
hum, aquela ameixa em cima, a calda... ai, deu vontade.