7 de jan de 2010

Tudo



Nem todo mundo precisa
De tudo que a gente tem. 
Hoje, tudo que preciso 
É de um pouco de tudo,
E de tudo, mas bem pouco,
Pra que tudo fique bem.

2 comentários:

Lucas Gondim disse...

simples e bom. :)

Vera Celms disse...

Lucão,

isso é `Leminskiano`... adorei... beijo